Teste Teste Teste

Vídeo Aulas


Modelo de 18 anos edita seus posts no Instagram para revelar a verdade por trás das Fotos

Celebridade na internet, a modelo Essena O’Neill, de apenas 18 anos, vinha ganhando milhares de dólares posando para fotos épicas e publicando-as em sua conta do Instagram. Com quase 580 mil seguidores na rede social, ela parecia ter tudo o que uma pessoa deseja.

Mas não é bem assim que a banda toca.

Semana passada, a modelo australiana excluiu 2.000 fotos de sua conta e mudou o nome do perfil para “mídia social não é a vida real”. E, nas fotos restantes, ela resolveu editar o texto de cada publicação para revelar “a verdade” por trás de cada um daqueles cliques.
Para inspirar um estilo de vida mais pleno nas pessoas, ela também lançou um novo site chamado “Let’s Be Game Changers” (“Vamos Mudar o Jogo”, em tradução livre).
Em uma foto publicada em 27 de Outubro, ela escreveu:
“Sem perceber, eu passei a maior parte da minha vida adolescente viciada em mídia social, na aprovação social, no status social e minha aparência física”.
De cabeça, consigo pensar em algumas pessoas que viveram/vivem uma vida assim – pauta na aprovação alheia. O que é muito, muito, muito triste.
“A mídia social, especialmente como eu usei, não é real. É um sistema baseado na aprovação social, gostos, validação em aparências, sucesso com seus seguidores. Ele está perfeitamente orquestrado, com um julgamento auto-absorvido”.

Cansou do instagram

Ela cansou do culto à aparência física e re-legendou suas fotos Instagram com textos impactantes e que dizem muito, sobre muitas coisas.
instagram crítica
“Eu tinha acne aqui, isso é muita maquiagem. Eu estava sorrindo porque achei que estava bonita. Felicidade baseada em estética vai sufocar seu potencial aqui na Terra.”

“Esta não é a vida real. Levou cerca de 100 fotos com poses similares para fazer meu abdome ficar bonito. Eu quase não tinha comido neste dia. Gritei com a minha irmãzinha para continuar fotografando até que chegasse a uma foto da qual eu ficasse orgulhosa.”

“Esta não é a vida real. Eu não paguei por este vestido, levaram incontáveis fotos até eu parecer gostosa para o Instagram e esta produção fez eu me sentir incrivelmente sozinha.”
“Esta não é a vida real. Eu não paguei por este vestido, levaram incontáveis fotos até eu parecer gostosa para o Instagram e esta produção fez eu me sentir incrivelmente sozinha.”

Ela passava mais de 50 horas por semana fazendo curadoria de suas próprias fotos para publicar. Não é à toa que ela se sentia “triste. Parada. Sem inspiração. Nervosa”.

“A única coisa que fez eu me sentir bem neste dia foi esta foto. Quão profundamente deprimente. Ter um corpo torneado não é tudo o que nós enquanto seres humanos somos capazes de fazer.”
“A única coisa que fez eu me sentir bem neste dia foi esta foto. Quão profundamente deprimente. Ter um corpo torneado não é tudo o que nós enquanto seres humanos somos capazes de fazer.”

“Ganhei $400 para postar este vestido. Isso foi quando eu consegui 150 mil seguidores. Com meio milhão de seguidores, conheço muitas marcas online (com grandes orçamentos) que pagam mais de $ 2 mil por post. Não existe nada de errado em fazer negócios com marcas. Eu só acho que deveria ser comunicado. Esta foto não tem conteúdo, não era produzido com ética (o que eu não sabia na época). MÍDIA SOCIAL NÃO É REAL na minha opinião. Esteja consciente do que as pessoas promovem, e pergunte a você mesmo: qual era a intenção deles por trás desta foto?”
“Ganhei $400 para postar este vestido. Isso foi quando eu consegui 150 mil seguidores. Com meio milhão de seguidores, conheço muitas marcas online (com grandes orçamentos) que pagam mais de $ 2 mil por post. Não existe nada de errado em fazer negócios com marcas. Eu só acho que deveria ser comunicado. Esta foto não tem conteúdo, não era produzido com ética (o que eu não sabia na época). MÍDIA SOCIAL NÃO É REAL na minha opinião. Esteja consciente do que as pessoas promovem, e pergunte a você mesmo: qual era a intenção deles por trás desta foto?”

Mídia antissocial?

"ISSO NÃO É VIDA REAL. Ganhei para promover tanto o top quanto a calça jeans.”
“ISSO NÃO É VIDA REAL. Ganhei para promover tanto o top quanto a calça jeans.”

“E mais uma foto para promover meu corpo de 16 anos de idade. Esta era toda a minha identidade. Isso era tão limitador. Me fez ser inacreditavelmente insegura. Você não faz ideia.”
“E mais uma foto para promover meu corpo de 16 anos de idade. Esta era toda a minha identidade. Isso era tão limitador. Me fez ser inacreditavelmente insegura. Você não faz ideia.”

“Mídia social não é a vida real”

Depois de deletar mais de 2 mil fotos, a modelo também encorajou outras pessoas a fazerem o mesmo.
“Legenda editada: eu fui paga por esta foto. Se você se pega olhando para “garotas do Instagram” e desejando que sua vida fosse igual a delas... Perceba que você só vê o que quer. Se elas marcam uma empresa na publicação, 99% das vezes estão sendo pagas para isso. Não há nada de errado em apoiar as marcas que você ama. (...) Mas esta foto não tem propósito. Não há propósito em um sorriso forçado, roupas pequenas e ser paga para parecer linda. Nossa geração foi ensinada a consumir e consumir, sem pensar de onde as coisas vieram e para onde elas vão”.
“Legenda editada: eu fui paga por esta foto. Se você se pega olhando para “garotas do Instagram” e desejando que sua vida fosse igual a delas… Perceba que você só vê o que quer. Se elas marcam uma empresa na publicação, 99% das vezes estão sendo pagas para isso. Não há nada de errado em apoiar as marcas que você ama. (…) Mas esta foto não tem propósito. Não há propósito em um sorriso forçado, roupas pequenas e ser paga para parecer linda. Nossa geração foi ensinada a consumir e consumir, sem pensar de onde as coisas vieram e para onde elas vão”.
Compartilhar Google Plus

Autor Central MProcopio

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Banco de Imagens






Receba nossas atualizações por e-mail