Teste Teste Teste

Vídeo Aulas


Lentes de grafeno com um átomo de espessura podem revolucionar a tecnologia de visão noturna

Tudo o que ouvimos falar do grafeno até agora é muito interessante e impressionante. O material não é de outro mundo, mas parece ter superpoderes realmente admiráveis. Por exemplo, é ultrafino, ultraleve, ultraflexível, ultraforte e tem o potencial de ser usado em todos os tipos de inovações revolucionárias. Só falta fazer café.

E se você não achava que o grafeno podia ir mais longe…

Agora, os pesquisadores acham que encontraram um novo uso para este material moderno: a criação de lentes de visão noturna que são incrivelmente finas e poderosas.

De acordo com o site Gizmodo, as lentes de contato à base de grafeno poderiam substituir os volumosos equipamentos que vemos em uso hoje em dia, graças às propriedades e características do material. O grafeno poderia transformar a tecnologia de visão noturna para quem depende dela, desde caçadores de alienígenas até pessoas que trabalham com serviços de emergência e resgate.

Grafeno: a nova matéria-prima da visão noturna

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), dos Estados Unidos, desenvolveram um novo design que poderia ser ampliado e utilizado a um nível comercial.
O novo sensor térmico à base de grafeno tem, acredite se quiser, apenas UM ÁTOMO de espessura e elimina algumas das limitações associadas com a tecnologia atual de visão noturna.

Tecnologia deficiente

Para começar, os óculos de visão noturna de hoje não podem abranger toda a gama de luz infravermelha sem o uso de vários sensores, o que naturalmente contribui com dispositivos maiores e mais caros.
Além do mais, para ver padrões de calor a uma longa distância, um sistema de refrigeração criogênica precisa efetivamente reduzir a interferência e obter uma imagem que é utilizável na outra extremidade.
O novo sensor proposto pela equipe do MIT lida com ambos os problemas de uma só vez, cobrindo todo o espectro infravermelho e acabando com a necessidade de resfriamento com a integração a um sistema de silício.

Caminhando a passos largos

A versatilidade desta nova tecnologia é incrível. Ela pode ser muito útil desde no resgate de pessoas em desastres naturais quanto na verificação de camadas que existem embaixo de uma determinada pintura. Carros que dirigem sozinhos também poderiam fazer bom uso do grafeno aplicado à visão noturna, no sentido de que poderiam “ver” no escuro. [sciencealert]
Compartilhar Google Plus

Autor Central MProcopio

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Banco de Imagens






Receba nossas atualizações por e-mail